Manutenção óssea alveolar com Nanosynt e implantes dentários hexágono externo Vezza HE

Autores: Diego Bazan e Fábio Lorenzoni

Gênero e idade do paciente: Paciente do sexo masculino, 57 anos de idade.

QUEIXA PRINCIPAL

Necessidade de exodontias e implantes dentários

Avaliação inicial

Após anamnese detalhada o paciente apresentava um bom estado de saúde geral. Durante o exame clínico e radiográfico foi detectado dente 46 com fratura radicular e raízes residuais do dente 47.

Tratamento executado

A opção de tratamento para o caso foi realizar exodontias das raízes residuais do dente 47 e do elemento 46, visando preservar ao máximo o osso remanescente. Para isso utilizamos no dente 46, para o seccionamento radicular, ultrassom cirúrgico. Após as exodontias, realizamos a curetagem dos alvéolos e irrigação abundante com soro fisiológico 0,9%. Os alvéolos foram preenchidos com Nanosynt
e suturados, aproximando as bordas da ferida.

Após 12 meses, o paciente retornou para instalação dos implantes dentários. Pudemos perceber uma boa regeneração do tecido ósseo com boa manutenção do volume do osso alveolar. Após anestesia e descolamento cuidadoso do retalho, realizamos então a fresagem, utilizando o protocolo de fresagem única com as brocas para bom assentamento da plataforma do implante.

Como ambos os implantes tiveram um bom travamento (implante do 46 com 45N.cm e implante do 47 com 60N.cm) optamos por instalar os cicatrizadores e aguardar um período de 3 meses. Passado o período de osseointegração, partimos para a reabilitação protética com coroas metalocerâmicas confeccionadas sobre uma ucla calcinável de base de CoCr. A opção pela ucla calcinánel se deu devido a pequena quantidade de mucosa ceratinizada formando um sulco peri-implantar raso (1 mm).

Passo a passo

Exame Radiográfico Inicial

Fig. 1: Exame radiográfico inicial.

Condição Clínica Inicial

Fig. 2: Condição clínica inicial.

Alvéolos Após A Exodontias

Fig. 3: Alvéolos após a exodontias.

Alvéolos Preenchidos Com Nanosynt

Fig. 4: Alvéolos preenchidos com Nanosynt.

Fechamento Primário Da Ferida

Fig. 5: Fechamento primário da ferida.

Radiográfica Com 12 Meses De Acompanhamento

Fig. 6: Radiográfica com 12 meses de acompanhamento.

Aspecto Clínico Após 12 Meses. Notar Boa Manutenção Do Volume Alveolar

Fig. 7: Aspecto clínico após 12 meses. Notar boa manutenção do volume alveolar.

Aspecto Clínico Do Osso Alveolar Regenerado

Fig. 8: Aspecto clínico do osso alveolar regenerado.

Instalação Dos Implantes Vezza

Fig. 9: Instalação dos implantes Vezza HE.

Cicatrizadores Instalados

Fig. 10: Cicatrizadores instalados.

Aspecto Clínico Após 3 Meses

Fig. 11: Aspecto clínico após 3 meses.

Coroas Definitivas Instaladas. Notar Excelente Saúde Peri Implantar

Fig. 12: Coroas definitivas instaladas. Notar excelente saúde peri-implantar.

Radiografia Periapical De Acompanhamento

Fig. 13: Radiografia periapical de acompanhamento

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language