Formação óssea em tempo recorde e sem desperdício

Mais osso em menos tempo

Nanosynt é um material sintético de substituição óssea, à base de fosfato de cálcio bifásico (60% de hidroxiapatita e 40% de ß-fosfato tricálcico), não tóxico, radiopaco e de alta biocompatibilidade. Possui excelente ação osteocondutora, sendo reabsorvido e substituído por tecido ósseo vivo durante a remodelação óssea.

  • Indicações

    • Defeitos ósseos intraorais e maxilofaciais pequenos ou médios e que apresentem no mínimo 3 paredes remanescentes de suporte.

    • Reconstrução/preenchimento alveolar de 1 ou vários elementos (ex.: após exodontia).

    • Reconstrução (horizontal e vertical) em casos de defeito ósseo no rebordo alveolar.

    • Levantamento do seio maxilar (sinus lift).

    • Tratamento regenerativo periodontal.

    • Preenchimento de defeitos ósseos após apicectomia, remoção de cistos ósseos e osteotomia corretiva.

    • Tratamento regenerativo peri-implantar.

    Formas de apresentação

    • 200 a 500µm – 4 porções de 0,27cc

    • 200 a 500µm – 2 porções de 0,27cc

    • 500 a 1000µm – 4 porções de 0,27cc

    • 500 a 1000µm – 2 porções de 0,27cc

    Benefícios

    ALTA POROSIDADE (80 A 90%)

    Favorece a vascularização, a migração de osteoblastos e a deposição óssea, além de evitar a encapsulação do tecido ósseo em formação pelo tecido conjuntivo fibroso.

    SEGURANÇA

    100% sintético, contribuindo para sua segurança biológica por eliminar qualquer risco de contaminação.

    EXCELENTE HIDRATAÇÃO

    5 a 8 gotas por porção (0,25g) – Hidratar gota a gota.

    OSTEOCONDUTIVO

    Como tem excelente estrutura osteocondutora, permite a vascularização e a deposição celular.

    PRATICIDADE

    Disponível em forma fracionada (4 ou 2 ampolas de 0,27cc), possibilitando uma aplicação simples e prática, resultando em desperdício mínimo do material.

    EXCELENTE MANIPULAÇÃO

    Fácil e segura mistura com soluções salinas estéreis, sangue ou osso autógeno, preenchendo o defeito ósseo com facilidade.

    Eficácia comprovada cientificamente

    Nanosynt: avaliação histológica e histomorfométrica de um novo substituto ósseo. O uso da nanotecnologia na conquista de um melhor padrão de osteocondução.

    CONCLUSÃO

    “Todos os biomateriais demonstraram comportamentos semelhantes ao longo do estudo nas análises histomorfométricas, histológicas e características de biocompatibilidade. Entretanto, o material sintético Nanosynt apresentou maior nível de formação óssea e manutenção do espaço do defeito, quando comparado aos materiais Concorrente 1 e Concorrente 2, durante os dois períodos in vivo do presente estudo.”

    Porcentagem de osso, biomaterial remanescente e tecido mole nos períodos avaliados.

    FONTE: Freitas G., Tovar N., Ganato R., Marin C., Coelho P.G. NanoSynt: Avaliação histológica e histomorfométrica de um novo substituto ósseo. O uso da nanotecnologia na conquista de um melhor padrão de osteocondução. ImplantNews. 2014;11(3):296–301.

    FONTE: Maia MDC. Estudo clínico randomizado controlado duplo cego para avaliação biológica de dois substitutos ósseos sintéticos. Niterói – RJ; 2014.

    Estudo clínico randomizado controlado duplo cego para avaliação biológica de dois substitutos ósseos sintéticos

    CONCLUSÃO

    “Após a conclusão desse ensaio clínico podemos concluir que, do ponto de vista clínico, ambos os materiais experimentais são de fácil manuseio, excelente manipulação para preenchimento alveolar e radiograficamente são radiopacos o suficiente para acompanhamento por exames de imagens.

    Ambos os materiais são biocompatíveis e osteocondutores. Ambos permitiram a instalação dos implantes após 3 e 6 meses sem complicações ou perda dos implantes e preservaram a arquitetura alveolar. O Grupo do Biomaterial 1 (Nanosynt) após 6 meses mostrou uma maior quantidade de osso neoformado quando comparado aos outros grupos. Ambos os materiais mostraram ser seguros e eficazes para uso em humanos.”

    Avaliação histomorfométrica dos grupos experimentais para o osso neoformado após 3 e 6 meses de implantação (n=5). * = p<0,05 e ***=p<0,001.

    Formação óssea recorde

    Estudos revelam rápida formação óssea quando utilizamos Nanosynt. Na figura 1, observa-se a presença do Nanosynt após 30 dias da realização da cirurgia (em calota craniana de rato), o que demonstra manutenção de volume. Na figura 2, observa-se grande atividade celular ao redor do biomaterial, o que leva à formação de novo osso. E na figura 3, destaca-se a grande quantidade de osso neoformado após curto espaço de tempo (30 dias).

    FIGURA 1

    Áreas em verde mostram a presença do biomaterial Nanosynt após 30 dias.

    FIGURA 2

    Áreas em amarelo mostram atividade celular ao redor do biomaterial, levando à formação de novo osso.

    FIGURA 3

    Áreas em azul mostram o osso neoformado após um curto espaço de tempo (30 dias).

    Whatsapp icon