FGM premia universitários, professores e instituições de ensino em concurso voltado à estética odontológica

Maior fabricante latino-americana de clareadores dentais, a FGM Produtos Odontológicos, que produz soluções em estética e biomateriais, investe em ações para incentivar a pesquisa avançada na sua área de atuação. Uma dessas iniciativas é a realização de concurso voltado a acadêmicos e professores universitários de odontologia. Na semana passada, a empresa recebeu, na sede em Joinville (SC), os ganhadores da primeira edição do concurso intitulado “Trabalhando às Claras APS”, lançado em janeiro, no 36º Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo (Ciosp). Destinado a acadêmicos, contemplou os três melhores casos clínicos de reabilitação estética que utilizaram produtos com a exclusiva tecnologia APS, um sistema inovador de fotopolimerização desenvolvido pela empresa.

Foram premiados não apenas os autores dos estudos, mas também os professores-orientadores e universidades vinculadas. O evento de encerramento abrangeu uma série de atividades, que envolveram desde a visita às fábricas da FGM, reunião com os consultores científicos da companhia, até um tour nos principais pontos turísticos de Joinville.

O caso clínico vencedor foi “Obtendo opalescência natural com resinas Vittra APS e Opallis”, de Erica Cristina Dias Queiroz, da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP), trabalho sob a orientação do professor Adilson Yoshio Furuse. Iasmim Mainny Diógenes Véras, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), levou o segundo lugar, com “Devolução de Estética em caso de hipoplasia de esmalte”, orientada pelo professor Alex José Souza dos Santos. Já a terceira colocação foi para Sebastião Guilherme Dutra de Souza, da Universidade Paulista de Brasília (Unip Brasília). Ele apresentou o caso “Excelência estética com resina composta em dentes anteriores”, com orientação da professora Alessandra Reis Bastos de Oliveira.

Erica Queiroz, que faz curso de especialização em Dentística Restauradora, conta que ficou entusiasmada com a possibilidade de participar, ao tomar conhecimento da iniciativa em uma apresentação de representante da FGM, na universidade. Estava quase desistindo, pela dificuldade de encontrar um caso adequado para relatar, quando deparou com uma paciente que se encaixava no perfil desejado. “Com o professor, fizemos todo o planejamento e buscamos o melhor resultado possível, em perfeição e excelência. Mas minha intenção era apenas participar, nem imaginava que pudesse ganhar”, revela Erica, satisfeita com o reconhecimento profissional que a classificação traz.

“Há muitos talentos da odontologia que o mercado precisa conhecer. E foi com o objetivo de ajudar esses profissionais e, principalmente, os jovens, que lançamos os concursos ‘Trabalhando às Claras’ e ‘Arcsys me Leva’. Queremos incentivar a pesquisa e desenvolvimento de novas técnicas que tanto enriquecem o segmento odontológico”, afirma Bianca Mittelstädt, sócia-fundadora da FGM.

Foram mais de 300 casos clínicos submetidos à análise da banca avaliadora, composta por profissionais docentes parceiros. (Aqui, os critérios de avaliação
do concurso.)
, Os casos clínicos receberam pontuação final de 0 a 10 pontos e a restauração direta em resina composta foi em dente anterior.

Os acadêmicos receberam prêmios em barras de ouro, sendo R$ 4 mil para o primeiro colocado, R$ 3 mil para o segundo e R$ 2 mil para o terceiro. Os orientadores dos trabalhos também foram contemplados com valores em barras de ouro: R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Alunos e professores também ganharam a visita às fábricas da FGM.

As universidades representadas pelos alunos foram contemplados com produtos FGM. O primeiro lugar teve direito a R$ 1 mil mensais em produtos, durante um ano. O segundo e o terceiro lugares receberam uma cesta de produtos cada, no valor total de R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente.

Todos os acadêmicos terão seus casos clínicos publicados pela empresa: o primeiro lugar na revista FGM News Estética 2019, o segundo lugar, nas redes sociais da FGM, e o terceiro lugar, no site da companhia.

Sobre a FGM

Com sede em Joinville (SC), a FGM produz soluções em estética e biomateriais para o Brasil e países da Europa, América Latina, Oriente Médio, África e Ásia, além de atender uma média de 20 mil dentistas por ano em cursos de atualização. Com 23 anos de existência, a FGM Produtos Odontológicos detém 80% do mercado nacional em clareadores, sendo líder nesse segmento na América Latina. E há mais de 2 anos, revoluciona o mercado com sistema de implantes Arcsys.

A marca FGM já satisfez milhões de sorrisos com suas soluções para a estética e saúde bucal. Saiba mais sobre a empresa e seus produtos em 18.231.113.169.

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language