Fechamento de diastemas com Vittra APS Unique

Neste caso clínico, o paciente estava insatisfeito com a presença de diastemas no sorriso, a solução seria restaurar com a resina Vittra APS Unique.

Autor: Dr. Carlos Eduardo Agostini Balbinot

Paciente do sexo masculino, 17 anos de idade.

QUEIXA PRINCIPAL

Insatisfação com o sorriso devido a presença de diastema entre os incisivos centrais superiores.

AVALIAÇÃO INICIAL

Ao exame clínico inicial, não foi observada nenhuma lesão cariosa e perfeita saúde periodontal do paciente. Observou-se a presença do diastema de 2 mm entre os incisivos centrais superiores, com o incisivo central superior esquerdo levemente inclinado em relação ao seu longo eixo, mas ainda em uma situação favorável para o fechamento do diastema. O paciente não apresentava queixa em relação à cor de seus dentes.

Fig 1 Aspecto inicial do sorriso
Fig 1 Aspecto inicial do sorriso

 

Fig 2 Aspecto inicial intra-oral com contraste
Fig 2 Aspecto inicial intra-oral com contraste

 

TRATAMENTO EXECUTADO NAS DIASTEMAS

Foi realizado profilaxia com pedra-pomes e ensaio restaurador com a resina composta unicromática Vittra APS Unique, sem isolamento do campo operatório e sem realização de procedimento adesivo prévio, para que o paciente pudesse avaliar o resultado pretendido, tanto em relação à alteração da forma, quanto à cor das restaurações. Após concordância do paciente com o tratamento proposto, foi realizado isolamento absoluto das diastemas modificado do campo operatório, realização de procedimento adesivo com condicionamento ácido total do dente 21 com ácido fosfórico 37% Condac 37, aplicação do sistema adesivo Ambar APS, fotopolimerização por 10 segundos e inserção da resina composta Vittra APS Unique.

Fig 3 Isolamento absoluto modificado do campo operatório
Fig 3 Isolamento absoluto modificado do campo operatório

 

Fig 4 Proteção dos dentes adjacentes com TEFLON para realização de procedimento adesivo no dente 21
Fig 4 Proteção dos dentes adjacentes com TEFLON para realização de procedimento adesivo no dente 21

 

Fig 5 Resina composta Vittra APS Unique antes da fotopolimerização nas diastemas
Fig 5 Resina composta Vittra APS Unique antes da fotopolimerização.

 

Fig 6 Resina composta Vittra APS Unique após a fotopolimerização
Fig 6 Resina composta Vittra APS Unique após a fotopolimerização

 

Fig 7 Restauração do dente 21 após acabamento com disco de lixa Diamond Pro
Fig 7 Restauração do dente 21 após acabamento com disco de lixa Diamond Pro

 

Fig 8 Dente 11 após lavagem do ácido fosfórico 37% Condac 37 para posterior aplicação sistema adesivo Ambar APS
Fig 8 Dente 11 após lavagem do ácido fosfórico 37% Condac 37 para posterior aplicação sistema adesivo Ambar APS

 

Fig 9 Final imediato antes da remoção do isolamento absoluto modificado
Fig 9 Final imediato antes da remoção do isolamento absoluto modificado

 

Após a fotopolimerização do último incremento de resina utilizado no dente 21, foi realizado acabamento com discos de lixa Diamond Pro e polimento com borrachas abrasivas e disco de feltro Diamond Flex e pasta de polimento Diamond Excel. Finalizada a restauração do dente 21, foi realizada a restauração do dente 11, seguindo a mesma sequência técnica e uso de fita matriz de poliéster tracionada para obtenção de uma superfície proximal lisa e contato adequado com o dente 21. Após a finalização da restauração do dente 11, foram realizados os procedimentos de acabamento e polimento e o paciente agendado para avaliação em 7 dias.

Fig 10 Final imediato com contraste
Fig 10 Final imediato com contraste

 

Fig 11 Aspecto final após 7 dias com contraste
Fig 11 Aspecto final após 7 dias com contraste

 

Fig 12 Aspecto final do sorriso
Fig 12 Aspecto final do sorriso

 

Clique aqui e descubra o poder da Vittra APS Unique nas restaurações.

Resumo

Treinamento online e gratuito

Posts mais recentes

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
Treinamento online e gratuito

Outros artigos do blog

plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language