Cirurgia gengival e laminados cerâmicos na harmonização do sorriso

Resumo

A valorização da estética impulsionou a busca por procedimentos clínicos mais dinâmicos na correção e harmonização do sorriso. Com o avanço dos sistemas adesivos e a evolução dos sistemas cerâmicos somados às técnicas minimamente invasivas temos obtido resultados estéticos que se tornaram destaque na Odontologia Restauradora. A técnica de reabilitação estética com laminados cerâmicos associado a uma abordagem periodontal, quando muito bem indicados, tornam o sorriso mais atraente por proporcionar uma harmonia entre os dentes e o tecido gengival. A indicação, sucesso e longevidade de tais procedimentos, entretanto, exigem um correto diagnóstico e um minucioso planejamento multidisciplinar, os quais serão discutidos neste relato de caso.

Palavras-chave: cirurgia plástica gengival; laminados cerâmicos; estética

Introdução

Para alcançar um sorriso harmônico e belo é importante pensar no equilíbrio da relação entre os dentes e o tecido gengival. Para isso, a Periodontia dispõe de técnicas cirúrgicas que possibilitam adequar o contorno, o volume e a cor do tecido gengival para estar em harmonia com dentes, lábios e face. A Dentística, com técnicas minimamente invasivas, é capaz de alterar a anatomia e a cor dos dentes, tornando o sorriso mais atraente.1

A comunhão de procedimentos específicos da especialidade de Dentística Restauradora e Periodontia vem se tornando frequente, visto que as exigências são crescentes no que diz respeito à qualidade e efetividade dos tratamentos, principalmente quando afetam diretamente a aparência do sorriso. Neste trabalho será apresentado um caso clínico de reabilitação estética em dentes anteriores, relatando as indicações e procedimentos realizados, salientando a importância da abordagem multidisciplinar para o sucesso final.

Relato de caso

Paciente sexo feminino,  23 anos, procurou atendimento Odontológico relatando insatisfação com a aparência dos seus dentes anteriores (Figuras 1 e 2).
Durante a primeira consulta, foram realizadas a anamnese, o exame clínico, as radiografias e o registro fotográfico com planejamento digital do sorriso.

Figura 1 Aspecto inicial do sorriso da paciente, insatisfeita com a forma, tamanho e cor dos dentes
Figura 1 Aspecto inicial do sorriso da paciente, insatisfeita com a forma, tamanho e cor dos dentes

 

Figura 2 Detalhes do sorriso evidenciando desequilíbrio da harmonia do arco superior
Figura 2 Detalhes do sorriso evidenciando desequilíbrio da harmonia do arco superior

 

Foi proposto a otimização da cor dos dentes por meio do clareamento dental pela técnica da autoaplicação supervisionada (técnica da moldeira), cirurgia de gengivoplastia do dente 14 (pré-molar superior direito) ao 24 (pré-molar superior esquerdo) para harmonização do contorno gengival e, por fim, a reanatomização desses elementos com restauração indireta em cerâmica por meio da técnica minimamente invasiva.

Após a concordância da paciente com o planejamento proposto, o tratamento foi iniciado pelo clareamento dental, realizado com auxílio de placas de silicone personalizadas a partir dos modelos em gesso da arcada superior e inferior da paciente. Nessas moldeiras foi aplicado o gel clareador de peróxido de carbamida 16% (Whiteness Simple©, FGM) durante 4 semanas sempre no período noturno. Após o término do clareamento, foi realizada a cirurgia de gengivoplastia na região anterior superior, sob anestesia local, com objetivo de aumentar a coroa clínica, harmonizar o contorno gengival e melhorar a proporção dente/gengiva do sorriso (Figuras 3-8).

Figura 3 - Régua de proporção de CHU
Figura 3 – Régua de proporção de CHU

 

Figura 4 - Marcação dos pontos de referências para incisão
Figura 4 – Marcação dos pontos de referências para incisão

 

Figura 5 - Marcação dos pontos de referências para incisão
Figura 5 – Marcação dos pontos de referências para incisão

 

Figura 6 - Marcação dos pontos de referências para incisão
Figura 6 – Marcação dos pontos de referências para incisão

 

Figura 7 - Marcação dos pontos de referências para incisão
Figura 7 – Marcação dos pontos de referências para incisão

 

Figura 8 - Resultado imediato pós-operatório
Figura 8 – Resultado imediato pós-operatório

Foi realizado o planejamento digital do sorriso, obtido o modelo prototipado, e confeccionado a guia de silicone utilizada para realizar o ensaio restaurador (Figura 9-14).
Os preparos foram realizados por meio de técnicas minimamente invasivas com desgaste restrito ao esmalte dental (Figuras 15,16,17,18,19 e 20).

Figura 9 - Enceramento diagnóstico e guia de silicone utilizado na confecção das provisórias
Figura 9 – Enceramento diagnóstico e guia de silicone utilizado na confecção das provisórias

 

Figura 10 - Preparos minimamente invasivos
Figura 10 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 11 - Preparos minimamente invasivos
Figura 11 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 12 - Preparos minimamente invasivos
Figura 12 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 13 - Preparos minimamente invasivos
Figura 13 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 14 - Preparos minimamente invasivos
Figura 14 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 15 - Preparos minimamente invasivos
Figura 15 – Preparos minimamente invasivos

 

Figura 16 – Restaurações Provisórias
Figura 16 – Restaurações Provisórias

 

Figura 17 – Restaurações Provisórias
Figura 17 – Restaurações Provisórias

 

Figura 18 – Restaurações Provisórias
Figura 18 – Restaurações Provisórias

 

Figura 19 – Restaurações Provisórias
Figura 19 – Restaurações Provisórias

 

Figura 20 – Restaurações Provisórias
Figura 20 – Restaurações Provisórias

 

Na sessão conseguinte, os laminados cerâmicos prontos para cimentação foram avaliados em modelo, provados em boca sobre os dentes preparados e aprovados pelo profissional responsável e pela paciente, quanto à cor e formato. Particularmente, como foi grande o número de laminados envolvendo toda a parte aparente do sorriso, foi dada a opção de escolha da cor do cimento por meio da prova com as pastas try-in de duas cores distintas, A1 no quadrante 1 , e OW no quadrante 2 (Figura 21). A paciente fez a escolha pela cor de cimento OW. A cimentação foi realizada com cimento resinoso (Allcem Veneer APS, FGM) (Figuras 22,23,24,25 e 26). Após duas semanas da cimentação, a paciente foi reavaliada quanto à saúde gengival e função (Figuras 27,28,29,30 e 31).

Figura 21 - Cimentação individual dos laminados com uso de fio dental e tira de politetrafluoretileno
Figura 21 – Cimentação individual dos laminados com uso de fio dental e tira de politetrafluoretileno

 

Figura 22 Fotoativação individual dos laminados
Figura 22 Fotoativação individual dos laminados

 

Figura 23 - Cimentação individual dos laminados com uso de fio dental e tira de politetrafluoretileno
Figura 23 – Cimentação individual dos laminados com uso de fio dental e tira de politetrafluoretileno

 

Figura 24 - Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas
Figura 24 – Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas

 

Figura 25 - Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas
Figura 25 – Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas

 

Figura 26 - Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas
Figura 26 – Resultado final após cimentação definitiva das cerâmicas

 

Figura 27 - Resultado após duas semanas da cimentação
Figura 27 – Resultado após duas semanas da cimentação

 

Figura 28 - Resultado após duas semanas da cimentação
Figura 28 – Resultado após duas semanas da cimentação

 

Figura 29 - Resultado após duas semanas da cimentação
Figura 29 – Resultado após duas semanas da cimentação

 

Figura 30 - Resultado após duas semanas da cimentação
Figura 30 – Resultado após duas semanas da cimentação

 

Figura 31 - Resultado após duas semanas da cimentação
Figura 31 – Resultado após duas semanas da cimentação

 

Conclusão

Os laminados cerâmicos associados à cirurgia plástica periodontal são uma alternativa eficaz, embasada cientificamente e duradoura para os tratamentos estéticos em dentes anteriores. Porém, requer esmero no planejamento, criteriosa execução de todas as etapas e correta indicação e execução das técnicas.

 

Logo Promo - Cirurgia gengival e laminados cerâmicos na harmonização do sorriso

Shop FGM Implants

Produtos de qualidade com descontos especiais!

Shop FGM Implants

Um mundo de soluções inteligentes, em apenas alguns cliques!

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. Pavone AF; Ghassemian MVerardi S. Gummy Smile and Short Tooth Syndrome–Part 1: Etiopathogenesis, Classification, and Diagnostic Guidelines. Compend Contin Educ Dent.2016 Feb;37(2):102-7; quiz 108-10.
  2. Verardi SGhassemian M
    ;Bazzucchi APavone AF. Gummy Smile and Short Tooth Syndrome – Part 2: Periodontal Surgical Approaches in Interdisciplinary Treatment. Compend Contin Educ Dent. 2016 Apr;37(4):247-251;quiz252.
  3. Mondelli J. Estética e Cosmétíca em Clínica Integrada Restauradora. Ed. Santos. 1a Edição, 2003.
  4. Marzadori MStefanini MSangiorgi MMounssif IMonaco CZucchelli G. Crown lengthening and restorative procedures in the esthetic zone. Periodontol 2000. 2018 Jun;77(1):84-92.
  5. PEDRON, I.G.; UTUMI, E.R.; SILVA, L.P.N.; et. al. Cirurgia Gengival Ressectiva no Tratamento da Desarmonia do Sorriso. Rev Odontol Bras Central, v.18, n.48, p.87-91, 2010.
  6. SILVA, D.B.; ZAFFALON, G.T.; CORAZZA, P.F.L.; et. al. Cirurgia Plástica Periodontal para Otimização da Harmonia Dentogengival – Relato de Caso Clínico. Braz J Health, v.1, p. 31-36, 2010.
  7. Al Harb L, Ahmad I
    .A guide to minimally invasive crown lengthening and tooth preparation for rehabilitating pink and white aesthetics.
    Br Dent J.
    2018 Feb 23;224(4):228-234.
  8. Sonick M. Esthetic crown lengthening for maxillary anterior teeth. Compend Contin Educ Dent. 1997 Aug; 18(8):807-12, 814-6, 818-9; quiz 820.
  9. OKIDA, R.C.; RAHAL, V.; OKIDA, D.S.S. A associação entre dentística e periodontia no tratamento estético com lentes de contato: relato de caso. Revista Odontológica de Araçatuba, v.36, n.1, p. 59-64, Janeiro/Junho,
  10. Pilalas I,Tsalikis LTatakis DN. Pre-restorative crown lengthening surgery outcomes: a systematic review. J Clin Periodontol. 2016 Dec;43(12):1094-1108.
  11. GONZALEZ, M.R.; RITTO, F.P.; LACERDA, R.A.S.; et al . Falhas em restaurações com facetas laminadas: uma revisão de literatura de 20 anos. Bras. Odontol.,v.69, n.1, jun., 2012.
  12. SOARES, P.V.; SANTOS FILHO, P.C.F.; MENEZES, M.S.; et. al. Facetas cerâmicas minimamente invasivas lentes de contato: fundamentos e protocolo. Pro-Odonto Prótese e Dentística, Ciclo 6, Volume 2.

Resumo

Treinamento online e gratuito

Posts mais recentes

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
Treinamento online e gratuito

Outros artigos do blog

plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language