Sistema Arcsys, uma conexão protética estável, reversível e de fácil utilização

Ao longo dos anos, diferentes tipos de conexões entre componentes protéticos e implantes dentários osseointegráveis têm sido desenvolvidos e estudados¹, entretanto, a utilização de parafusos ainda é o método mais comum de fixação para próteses sobre implante. Exalta-se muito a reversibilidade dos sistemas parafusados, mas por outro lado, o afrouxamento ou fratura dos parafusos de fixação dos intermediários é uma complicação frequente²,³.

Entre as conexões parafusadas temos as conexões cônicas internas e as não cônicas (que podem ser internas ou externas). As conexões cônicas internas possuem menor índice de infiltração bacteriana no implante e micromovimentação quando comparadas a conexões não cônicas, o que resulta em menor índice de afrouxamento dos intermediários e maior estabilidade da crista óssea marginal ao longo dos anos⁴.

Já as conexões tipo cone morse friccionais dispensam parafusos, uma vez que a fixação dos componentes se dá pelo atrito do cone macho (componente protético) às paredes internas do implante (cone fêmea). Seu uso teve origem em um conceito da engenharia mecânica⁵, no qual a baixa conicidade das paredes (que pode variar de 1 a 3 graus) gera alta pressão de contato entre os componentes e resulta em embricamento a baixa conicidade da câmara (até 3 graus), gerando rompimento das camadas de óxidos de superfície, viabilizando a microfusão das porções ásperas, fenômeno conhecido como solda a frio⁶.

Esta conexão apresenta alta resistência à tração, entretanto, pode ser rompida por forças de cisalhamento⁷. Acredita-se que as repetidas forças exercidas durante a mastigação, quando direcionadas verticalmente ao longo eixo do implante possam intensifi car o embricamento mecânico entre os componentes protéticos e implantes, aumentando a retenção. Os estudos clínicos acerca deste tipo de conexão relatam altos índices de sucesso⁸,⁹,¹⁰.

angulação-das-paredes-internas-e-conexão-do-intermediário-no-interior-do-implante
Fig 1. Esquema demonstrando a angulação das paredes internas e conexão do intermediário no interior do implante.
diametro-interno-do-sistema-arcsys
Fig 2. Diâmetro interno de todos os implantes da linha Arcsys é o mesmo, possibilitando a utilização de um mesmo componente protético em qualquer implante do sistema.

Na busca de obtenção de uma conexão estável o sistema Arcsys foi desenvolvido com paredes internas com inclinação de 3º , sendo 1,5º em cada lado. Respeitando assim os requisitos para ser considerado uma conexão morse verdadeira, buscando eliminar intercorrências relacionadas a soltura de componentes protéticos. Para obter reversibilidade o sistema desenvolveu chaves de remoção dos componentes, que encaixam-se sobre os mesmos, permitindo o movimento de rotação que causa o cisalhamento da conexão. Assim, o sistema oferece a estabilidade do morse verdadeiro e a reversibilidade em um mesmo sistema.

O design interno dos implantes Arcsys é o mesmo para toda a linha de implantes, diferentes diâmetros e inclusive os implantes short, fazendo com que qualquer intermediário protético disponível no sistema seja compatível com todos os implantes, permitindo assim grande redução no estoque dentro do consultório. A diferença entre os diferentes diâmetros de implante se dá na espessura da parede externa.

cicatrizador-e-transferentes-em-PEEK
Fig 3. Cicatrizador e transferentes em PEEK.

Além disso, o sistema disponibiliza cicatrizadores fabricados em PEEK, que permitem a personalização com resinas e até a confecção de provisório sobre o cicatrizador. Os transferentes também são fabricados em PEEK, o que os torna multifuncionais. O transferente de todos os componentes protéticos, além de possibilitar a moldagem, pode ser customizado para ser utilizado como cilindro de proteção ou para confecção de um provisório.

 

Autor: Dr. Rodrigo Melim Ferreira

Graduado em Odontologia, Especialista em Prótese Dentária, Mestre em Odontologia e Coordenador dos cursos de Prótese Dentária no IOA e Unique Cursos.

 

Referências

¹. Gil FJ, Herrero-Climent M, Lázaro P. Implant–abutment connections: influence of the design on the microgap and their fatigue and fracture behavior of dental implants. J Mater Sci: Mater Med 2014; 25:1825-1830.

². Goodcare CJ, Kan JYK, Rungcharassaeng K. Clinical complications of osseointegrated implants. The Journal of prosthetic dentistry 1999;81(5):537-552.

³. Schwarz MS. Mechanichal complications of dental implants. Clinical Oral Implants Research 2000;11(1):156-158.

⁴. Koutouzis T, Wallet S, Calderon N, Lundgren T. Bacterial colonization of the implant-abutment interface using na in vitro dynamic loading model. J Periodontol 2011;82(4):613-618.

⁵. Hernigou P, Queinnec S, Lachaniette, CHF. One hundred and fifty years of history of the Morse taper: from Stephen A. Morse in 1864 to complications related to modularity in hip arthroplasty. Int Orthop 2013;37(10):2081-2088.

⁶. Keating K. Connecting abutments to dental implants “An Engineers perspective”. Irish Dentst 2001;:43-46

⁷. Bozkaya D, Muftu S. Efficiency considerations for the purely tapered interference fit (TIF) abutments used in dental implants. J Biomech Eng 2004;126(4):393-401.

⁸. Urdaneta RA, Marincola M, Weed M, Chuang S-K. A screwless and cementless technique for the restoration of single-tooth implants: a retrospective cohort study. J Prosthodont 2008;17:562-571.

⁹. Muftu A, Chapman RJ. Replacing posterior teeth with freestanding implant: four-year prosthodontic results of a prospective study. J Am Dent Assoc 1998;129:1097-1102.

¹⁰. Mangano C, Mangano F, Piatteli A, Iezzi G, Mangano A. Prospective clinical evaluation of 307 single-tooth morse taper-connection implants: a multicenter study. International jornal of oral & maxillofacial implants 2010;25(2):394-400.

 

LOGO ofertas imperdiveis - Sistema Arcsys, uma conexão protética estável, reversível e de fácil utilização

Shop FGM Implants

Diversos combos com condições imperdíveis.

Ofertas Imperdíveis

Diversos combos com condições imperdíveis.

Shop FGM Implants

Um mundo de soluções inteligentes, em apenas alguns cliques!

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
Treinamento online e gratuito

Outros artigos do blog

plugins premium WordPress

Shop FGM Implants

Componentes Arcsys, Vezza e Fluxo Digital até 60% OFF, promoções em Brocas, kit cirúrgicos e muito mais.