Busca por lentes de contato dentais supera implantes de silicone


Saiba como são feitas as pequenas lâminas que tornam o sorriso perfeito.

A busca pelo corpo perfeito não é de hoje. Há anos as pessoas têm se preocupado cada vez mais em melhorar a aparência, inclusive do sorriso. Ou melhor, principalmente do sorriso.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica divulgou que a procura por próteses de silicone e procedimentos como lipoaspiração têm crescido cerca de 10% ao ano no Brasil, enquanto a busca por lentes de contato dentais teve um aumento de 300% entre 2014 e 2015, segundo estimativa da Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE).

De acordo com o especialista em Prótese Dental da ONE Clinic, clínica e Spa odontológico localizada em Campinas (SP), Dr. Leonardo Panza, esse aumento se deve à grande quantidade de informações disponíveis acerca do tema e também ao fato do brasileiro, em geral, ser muito ligado a tratamentos que promovem melhorias estéticas, principalmente os preferidos pelas celebridades.

A aplicação de lentes de contato dentais é um procedimento pouco invasivo, já que há pouquíssimo desgaste nos dentes antes de serem coladas e tem boa previsibilidade. “Os profissionais especializados conseguem mostrar para você, na sua boca, como vai ficar antes mesmo de começar o tratamento”, afirma o especialista.

Mas como são feitas essas pequenas peças chamadas de lentes de contato dentais? Panza explica. “O processo é personalizado e envolve uma sequência de etapas. Na primeira consulta são feitas uma série de fotos do sorriso e do rosto do paciente, além de um molde de precisão. Com base nessas fotos e no molde, o especialista e o protético fazem um planejamento do caso utilizando ferramentas virtuais e reais. Na segunda consulta é feita uma prova estética para aprovação do paciente e pelo dentista e, caso esteja tudo certo, são feitos os preparos (pequenos desgastes), moldagem e envio ao laboratório, onde o modelo é escaneado digitalmente. Por último, as facetas ou lentes são enviadas ao consultório, provadas e cimentadas aos dentes”.

As lentes de contato dentais são como pequenas capas para os dentes, produzidas a partir da tecnologia CAD/CAM, que envolve design e fresagem em sistemas digitais. Possuem espessura entre 0,2 e 0,5 milímetros e são indicadas para corrigir pequenas imperfeições estéticas, como cor, espaçamento e alinhamento entre os dentes. Além disso, duram cerca de 10 anos quando bem cuidadas e são fáceis de manter, requerem apenas higiene diária completa e visitas frequentes ao dentista.

“São vários os benefícios para o paciente, tais como previsibilidade de resultado, durabilidade, segurança da técnica, grande melhora estética e melhora da autoestima”, conta o especialista em lentes de contato dentais.

Apesar das inúmeras facilidades e benefícios desse procedimento, o especialista alerta para outros pontos: “antes de iniciado, deve ser feito um bom planejamento para determinar se esse é o tratamento indicado para a solução do caso, tomando cuidado com ‘modismos’, afinal é uma área da saúde e não podemos perder o foco. Fora isso, procure sempre profissionais especializados na área para confeccionar esse tipo de tratamento, de modo que o resultado final não cause a impressão de artificialidade”, finaliza Panza.

Sobre o Dr. Leonardo Panza
Especialista na aplicação de Lentes de Contato Dentais e referência quando se fala em Digital Smile Design (DSD), o Dr. Leonardo Panza ajuda pacientes a recuperarem a autoestima e o bem-estar através da aparência do sorriso há 14 anos. Graduado em Cirurgião Dentista pela Universidade de São Paulo, é Mestre, Doutor e Especialista em Prótese Dental pela FOP Unicamp. É Coordenador do curso de especialização em Implantodontia do IPE (Cuiabá) e atua no corpo clínico da ONE Clinic, Clínica e SPA Odontológico, localizada em Campinas (SP), há 8 anos.

Fonte: Site Terra

Email
LinkedIn
Telegram
Facebook
plugins premium WordPress

Selecione seu idioma

Select your language