FGM Dental Group

IFU

Whiteness HP

Clareador à base de peróxido de hidrogênio a 35% para uso em consultório.

  • Sistema de frascos: manipulação na medida ideal
  • Excelente rendimento

 

Download de materiais

Vorteile

Versatilidade:
A apresentação em dois frascos separados, peróxido e espessante, permite que o produto seja manipulado na quantidade necessária; por exemplo, apenas para um dente ou para arcadas inteiras, evitando assim o desperdício.

Excelente rendimento:
O kit completo rende em média 18 aplicações.

Corante vermelho-carmim:
Facilita a visualização do campo de aplicação do produto. Torna-se incolor ao final do processo de clareamento.

Nominierungen

Clareamento de dentes vitais e não vitais utilizando a técnica de clareamento de consultório.

Präsentation

Kit para 18 aplicações com Top Dam

• 1 frasco com 10g de peróxido de hidrogênio concentrado.
• 1 frasco com 5g de espessante.
• 1 frasco com 2g de solução Neutralize (neutralizante de peróxidos).
• 1 espátula e uma placa para preparo do gel.
• 1 Top Dam (FGM) com 2g.

 

Minikit para 6 aplicações

• 1 frasco com 4g de peróxido de hidrogênio concentrado.
• 1 frasco com 2g de espessante.
• 1 frasco com 2g de solução Neutralize (neutralizante de peróxidos).
• 1 espátula e uma placa para preparo do gel.

Schritt für Schritt

foto-1-1-3[1]
Passo 1 de 17
Faça profilaxia dos dentes deixando a superfície dental a ser clareada isenta de biofilme. Selecione e registre a cor dos dentes do paciente através de uma escala de cores e/ou fotografia antes de iniciar o clareamento.
foto-2-9[1]
Passo 2 de 17
Proceda a inserção do afastador labial Arcflex (FGM) para facilitar o acesso e manipulação da cavidade bucal e então, aplique Desensibilize KF 2% por 10 minutos nos dentes a serem clareados.
foto-3-1-3[1]
Passo 3 de 17
Após a dessensibilização, remova o gel e seque dentes e gengiva com jatos de ar. Faça o isolamento relativo através da aplicação da barreira gengival fotopolimerizável Top dam (FGM).
foto-4-1-4[1]
Passo 4 de 17
Utilizando a placa de mistura que acompanha o kit, misture a fase Peróxido (fase 1) com a fase espessante (fase 2) na proporção de 3 gotas de peróxido para 1 gota de espessante. A mistura de 3 gotas de peróxido para 1 gota de espessante é suficiente para uma aplicação em um dente. Para linha de sorriso (20 dentes) geralmente 18 gotas de peróxido para 6 gotas de espessante são suficientes. Agite vigorosamente o frasco de espessante antes de utilizá-lo para que seja homogeneizado o seu conteúdo. Falha na homogeneização do espessante pode resultar em um gel de baixa viscosidade (viscosidade insuficiente).
foto-5-2-1[1]
Passo 5 de 17
Aplique o gel com auxílio de uma espátula nos dentes a serem clareados, normalmente de 1° ou 2° pré-molar ao outro. Cubra a face vestibular dos dentes com uma camada de gel mais fina possível. Pode-se estender o recobrimento pelo gel à pequena área de superfície incisal/oclusal dos dentes. Ao final do tempo recomendado, aspire o gel com cânula fina de sucção e limpe-os com uma gaze para deixá-los prontos para receber nova porção de gel. Repita as etapas 4 a 6 por até mais duas vezes (máximo) na mesma sessão, se necessário conforme a evolução dos resultados e monitoramento da sensibilidade do paciente.
foto-6-1-2[1]
Passo 6 de 17
Ao final da sessão, aspire o gel com cânula fina de sucção e lave copiosamente os dentes. A remoção da barreira gengival pode ser realizada com uma sonda exploradora ou similar.
Passo 7 de 17
Para prevenir eventual hipersensibilidade dental durante e após o tratamento, Desensibilize KF2% (FGM) (nitrato de potássio a 5% e fluoreto de sódio a 2%) poderá ser utilizado previamente ao clareamento, em caráter profilático. A opção de aplicar o dessensibilizante após o clareamento também é válida, porém menos eficaz em determinados casos. Em ambos os casos (antes ou após aplicação do clareador), Desensibilize KF2% (FGM) deve ser aplicado nos dentes por 10 minutos. Em casos de hipersensibilidade elevada após a sessão, Desensibilize 0,2% (FGM) (dessensibilizante de uso caseiro) poderá ser aplicado por 10 minutos em moldeira individual, pelo próprio paciente, diariamente até a remissão dos sintomas.
Passo 8 de 17
Monitore o paciente ao longo de todo o clareamento com relação à hipersensibilidade dental e possíveis pontos de irritação por peróxido em tecidos moles. Fissuras no esmalte ou exposição de dentina podem levar a dor aguda e intensa. Nestes casos recomenda-se interromper o tratamento e buscar por tratamento corretivo antes da continuação.
Passo 9 de 17
Se o clareamento obtido não atender à expectativa e se o paciente não apresentar hipersensibilidade ou outra contraindicação, a reaplicação do produto pode ser feita por até mais duas sessões, totalizando três sessões. No caso de mais de uma sessão ser necessária, deve ser considerado um intervalo mínimo de 7 dias entre as sessões.
Passo 10 de 17
Caso o clareador esteja sendo armazenado sob refrigeração retire-o pelo menos 30 minutos antes de iniciar o tratamento.
Passo 11 de 17
Clareamento de dentes não vitais Antes de iniciar o clareamento radiografe o dente a ser clareado para a verificação de suas condições. O tratamento deve estar dentro dos padrões endodônticos aceitáveis.
foto-7-1-1-300x198[1]
Passo 12 de 17
Selecione e registre a cor dos dentes do paciente através de uma escala de cores e/ou fotografia antes de iniciar o clareamento.
foto-8-1-300x233[1]
Passo 13 de 17
Faça o acesso da câmara pulpar removendo todo o material restaurador expondo a entrada dos canais com guta percha. Com a câmara pulpar limpa aprofunde a entrada do conduto removendo aproximadamente 3mm de obturação para a confecção do selamento cervical com o objetivo de evitar que o gel clareador penetre dentro do conduto radicular e se difunda ao periodonto. Recomenda-se que o selamento cervical seja feito com ionômero de vidro ou resina fluida
foto-9-1-300x200-1[1]
Passo 14 de 17
Faça o isolamento absoluto ou relativo com Top dam (FGM) (clique aqui) e misture as fases do clareador Whiteness HP na proporção de 3 gotas da fase 1 (peróxido) para 1 gota da fase 2 (espessante). Geralmente 6 gotas de peróxido para 2 gotas de espessante são suficientes para uma aplicação. Agite vigorosamente o frasco de espessante antes de utilizá-lo para homogeneizar o seu conteúdo. Falha na homogeneização do espessante pode resultar em um gel de baixa viscosidade (viscosidade insuficiente).
foto-10-300x198[1]
Passo 15 de 17
Aplique Whiteness HP na face vestibular e dentro da câmara pulpar com auxílio de um pincel. Uma camada de aproximadamente 1mm de espessura é suficiente. Deixe o gel permanecer sobre a superfície dental por 15 minutos desde o início de sua aplicação
foto-11-300x198[1]
Passo 16 de 17
Remova o gel com cânula fina de sucção antes de reaplicar o produto. Podem ser feitas, numa mesma sessão, até três aplicações de gel. Após a finalização das aplicações do agente clareador lave e seque o dente. Restaure provisoriamente a cavidade e acompanhe o resultado de clareamento por, pelo menos, uma semana. Se necessário, repita as aplicações por até 4 vezes.
foto-12-300x271[1]
Passo 17 de 17
Ao final de todo o processo de clareamento restaure definitivamente o dente clareado. Recomenda-se aguardar um mínimo de 7 dias antes de fazer a restauração (tempo para a estabilização da cor do dente e eliminação do oxigênio residual).
foto-1-1-3[1]
Passo 1 de 17
Faça profilaxia dos dentes deixando a superfície dental a ser clareada isenta de biofilme. Selecione e registre a cor dos dentes do paciente através de uma escala de cores e/ou fotografia antes de iniciar o clareamento.
foto-2-9[1]
Passo 2 de 17
Proceda a inserção do afastador labial Arcflex (FGM) para facilitar o acesso e manipulação da cavidade bucal e então, aplique Desensibilize KF 2% por 10 minutos nos dentes a serem clareados.
foto-3-1-3[1]
Passo 3 de 17
Após a dessensibilização, remova o gel e seque dentes e gengiva com jatos de ar. Faça o isolamento relativo através da aplicação da barreira gengival fotopolimerizável Top dam (FGM).
foto-4-1-4[1]
Passo 4 de 17
Utilizando a placa de mistura que acompanha o kit, misture a fase Peróxido (fase 1) com a fase espessante (fase 2) na proporção de 3 gotas de peróxido para 1 gota de espessante. A mistura de 3 gotas de peróxido para 1 gota de espessante é suficiente para uma aplicação em um dente. Para linha de sorriso (20 dentes) geralmente 18 gotas de peróxido para 6 gotas de espessante são suficientes. Agite vigorosamente o frasco de espessante antes de utilizá-lo para que seja homogeneizado o seu conteúdo. Falha na homogeneização do espessante pode resultar em um gel de baixa viscosidade (viscosidade insuficiente).
foto-5-2-1[1]
Passo 5 de 17
Aplique o gel com auxílio de uma espátula nos dentes a serem clareados, normalmente de 1° ou 2° pré-molar ao outro. Cubra a face vestibular dos dentes com uma camada de gel mais fina possível. Pode-se estender o recobrimento pelo gel à pequena área de superfície incisal/oclusal dos dentes. Ao final do tempo recomendado, aspire o gel com cânula fina de sucção e limpe-os com uma gaze para deixá-los prontos para receber nova porção de gel. Repita as etapas 4 a 6 por até mais duas vezes (máximo) na mesma sessão, se necessário conforme a evolução dos resultados e monitoramento da sensibilidade do paciente.
foto-6-1-2[1]
Passo 6 de 17
Ao final da sessão, aspire o gel com cânula fina de sucção e lave copiosamente os dentes. A remoção da barreira gengival pode ser realizada com uma sonda exploradora ou similar.
Passo 7 de 17
Para prevenir eventual hipersensibilidade dental durante e após o tratamento, Desensibilize KF2% (FGM) (nitrato de potássio a 5% e fluoreto de sódio a 2%) poderá ser utilizado previamente ao clareamento, em caráter profilático. A opção de aplicar o dessensibilizante após o clareamento também é válida, porém menos eficaz em determinados casos. Em ambos os casos (antes ou após aplicação do clareador), Desensibilize KF2% (FGM) deve ser aplicado nos dentes por 10 minutos. Em casos de hipersensibilidade elevada após a sessão, Desensibilize 0,2% (FGM) (dessensibilizante de uso caseiro) poderá ser aplicado por 10 minutos em moldeira individual, pelo próprio paciente, diariamente até a remissão dos sintomas.
Passo 8 de 17
Monitore o paciente ao longo de todo o clareamento com relação à hipersensibilidade dental e possíveis pontos de irritação por peróxido em tecidos moles. Fissuras no esmalte ou exposição de dentina podem levar a dor aguda e intensa. Nestes casos recomenda-se interromper o tratamento e buscar por tratamento corretivo antes da continuação.
Passo 9 de 17
Se o clareamento obtido não atender à expectativa e se o paciente não apresentar hipersensibilidade ou outra contraindicação, a reaplicação do produto pode ser feita por até mais duas sessões, totalizando três sessões. No caso de mais de uma sessão ser necessária, deve ser considerado um intervalo mínimo de 7 dias entre as sessões.
Passo 10 de 17
Caso o clareador esteja sendo armazenado sob refrigeração retire-o pelo menos 30 minutos antes de iniciar o tratamento.
Passo 11 de 17
Clareamento de dentes não vitais Antes de iniciar o clareamento radiografe o dente a ser clareado para a verificação de suas condições. O tratamento deve estar dentro dos padrões endodônticos aceitáveis.
foto-7-1-1-300x198[1]
Passo 12 de 17
Selecione e registre a cor dos dentes do paciente através de uma escala de cores e/ou fotografia antes de iniciar o clareamento.
foto-8-1-300x233[1]
Passo 13 de 17
Faça o acesso da câmara pulpar removendo todo o material restaurador expondo a entrada dos canais com guta percha. Com a câmara pulpar limpa aprofunde a entrada do conduto removendo aproximadamente 3mm de obturação para a confecção do selamento cervical com o objetivo de evitar que o gel clareador penetre dentro do conduto radicular e se difunda ao periodonto. Recomenda-se que o selamento cervical seja feito com ionômero de vidro ou resina fluida
foto-9-1-300x200-1[1]
Passo 14 de 17
Faça o isolamento absoluto ou relativo com Top dam (FGM) (clique aqui) e misture as fases do clareador Whiteness HP na proporção de 3 gotas da fase 1 (peróxido) para 1 gota da fase 2 (espessante). Geralmente 6 gotas de peróxido para 2 gotas de espessante são suficientes para uma aplicação. Agite vigorosamente o frasco de espessante antes de utilizá-lo para homogeneizar o seu conteúdo. Falha na homogeneização do espessante pode resultar em um gel de baixa viscosidade (viscosidade insuficiente).
foto-10-300x198[1]
Passo 15 de 17
Aplique Whiteness HP na face vestibular e dentro da câmara pulpar com auxílio de um pincel. Uma camada de aproximadamente 1mm de espessura é suficiente. Deixe o gel permanecer sobre a superfície dental por 15 minutos desde o início de sua aplicação
foto-11-300x198[1]
Passo 16 de 17
Remova o gel com cânula fina de sucção antes de reaplicar o produto. Podem ser feitas, numa mesma sessão, até três aplicações de gel. Após a finalização das aplicações do agente clareador lave e seque o dente. Restaure provisoriamente a cavidade e acompanhe o resultado de clareamento por, pelo menos, uma semana. Se necessário, repita as aplicações por até 4 vezes.
foto-12-300x271[1]
Passo 17 de 17
Ao final de todo o processo de clareamento restaure definitivamente o dente clareado. Recomenda-se aguardar um mínimo de 7 dias antes de fazer a restauração (tempo para a estabilização da cor do dente e eliminação do oxigênio residual).
plugins premium WordPress